Notícia

Varejo

sexta, 31 de maio de 2019
Dia dos Namorados se torna a terceira data para o comércio

Foto: Franklin de Freitas

Fim de maio esta chegando e o comércio mira na próxima data boa para as vendas, o Dia dos Namorados. Nos últimos anos este dia vem ganhando importância no calendário e já supera outras, como o Dia das Crianças e compete com o Dia dos Pais pelo posto de terceira data mais importante no ano. Segundo dados de vendas do ano passado, o Dia dos Namorados se tornou a terceira data do ano, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães.

O Natal tem vendas acima dos R$ 50 bilhões. O Dia das Mães vem bem atrás, e neste ano somou cerca de R$ 24,5 bilhões no varejo. No ano passado o Dia dos Pais somou aproximadamente R$ 14 bilhões em vendas e perdeu o Dia dos Namorados, que vendeu R$ 15 bilhões. O Dia das Crianças faturou R$ 9,4 bilhões em 2018. Completa a lista a Páscoa, com vendas mais modestas, além daquelas que, apesar de imporantes, pouco figuram, como o Dia dos Avós e outros.

Pesquisa
Sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que menos casais serão presenteados neste Dia dos Namorados. O percentual de apaixonados que pretendem presentear nesta data é de 61,2%. Em 2018, a intenção de compra para o dia 12 de junho era de 64,5%. Mas assim como aconteceu com o Dia das Mães, o valor do presente deve ser maior. O tíquete médio será de R$143,75, enquanto em 2018 era R$128,25.

Roupas e calçados são a escolha da maioria, tanto de quem vai presentear quanto de quem vai receber algo no dia 12 de junho, com 46,1%. Os artigos de perfumaria também deverão ter alta nas vendas, uma vez que são a segunda opção de presentes mais citada, com 29,5%. Viagens e jantares (14%), flores (7,3%), ingressos de shows e acessórios (8,3%) também foram mencionados. Já os que preferem ser surpreendidos somam 21,3%.

Fonte: Bem Paraná